Os Estados Unidos anunciaram restrições sobre novas solicitações de visto no Irã, Líbia, Coreia do Norte, Somália, Síria, Venezuela e Iêmen. Estão isentas dessas restrições todos os atuais portadores de vistos , os quais têm permissão para viajar e solicitar sua entrada nos Estados Unidos. Nenhum visto existente será revogado. A categoria de visto e o tipo de solicitante de visto que poderão ser afetados, bem como as isenções disponíveis, variam de país para país. 


Os visitantes provenientes de todos os demais países além dos citados anteriormente precisam de um visto dos Estados Unidos, que pode ser obtido através do consulado ou embaixada americana mais próxima. Marque uma entrevista com bastante antecedência à data em que planeja viajar, pois pode haver espera. Consulte a embaixada sobre quais formulários precisará preencher, que taxas deverá pagar (guarde o recibo) e que documentos deverá trazer para a entrevista. Os vistos geralmente são emitidos cerca de três semanas após a entrada do pedido no consulado.
TRATADO DE SCHENGEN X UNIÃO EUROPEIA: Fazer parte na União Europeia não significa fazer parte do Tratado de Schengen, e vice-versa. Por exemplo: Liechtenstein, Islândia, Noruega, Suíça fazem parte do Tratado de Schengen, mas não fazem da União Europeia. Enquanto Irlanda, Reino Unido, Bulgaria, Chipre, Croácia e Romênia fazem parte da União Europeia, mas não fazem do Tratado de Schengen. Leia San Marino em 1 Dia: Tudo sobre o país mais antigo do mundo
Recent front facing photograph with white background and photo page of Passport containing personal details like name, date of birth, nationality, expiry date etc are to be uploaded mandatorily by the applicant. Additionally one more document depending upon the e-Visa type would also be required to be uploaded. The application is liable to be rejected if the uploaded documents and photograph are not clear / as per specification.
Os vistos de não-imigrantes são destinados a cidadãos de outros países que estejam indo temporariamente para os EUA. O visto permite que você viaje a uma porta de entrada nos EUA (aeroporto, por exemplo) e solicite permissão de um funcionário do Serviço de Alfândega e Proteção de Fronteiras do Departamento de Segurança Interna (DHS) para entrar nos Estados Unidos. Um visto não garante a entrada nos Estados Unidos.

Tem problema sim, Anderson. Tanto Portugal quanto Itália fazem parte do Espaço Schengen e um dos requisitos para ter a entrada autorizada é ter uma passagem de retorno ou saída de suas fronteiras. Se você já tivesse a cidadania não teria problema algum, mas como não tem ainda, voc~e tem que ir com passagem de retorno ou corre risco de nem ter o embarque autorizado.


SBIePay is certified with Payment Card Industry Data Security Standard (PCI DSS) ver 3.2, which is the latest version, and which further reinforces our promise of security and safety. The payment system fully supports 3DSecure - Verified by Visa and MasterCard Secure Code, wherever it is applicable. Further, SBIePay is secured using Secure Sockets Layer (SSL) encryption which ensures that payment information that travels over the Internet is always encrypted and cannot be viewed by unauthorised individuals.
Estou indo para Lisboa e Madrid. Chego a Lisboa as 6,30 e as 13,10 estou indo para Madrid (fico 6 dias) e depois volto a Lisboa para ficar mais 16 dias e volto para o Brasil. Tem algum problema de chegar e sair no mesmo dia? Quando voltar de Madrid tenha que passar pela alfandega de novo em Lisboa? Tenho todas as exigências como reserva nos hoteis, passagens de ida e volta, comprovante de suficiência financeira e seguro. Então, a única duvida é chegar pela Azul em Lisboa as 6,30 e sair pela tap para Madrid no mesmo dia.

Vou para a Europa dia 27/07 e retorno dia 05/09, minha passagem de ida é pela airfrance/klm Rio-Londres, porém peguei um stopover em Amsterdam. A minha imigração então vai ser em Amsterdam somente ou terei outra em Londres? Em amsterdam já reservei o hostel, mas em Londres ficarei na casa de uma amiga brasileira. Da tempo dela fazer a carta convite ou melhor eu fazer uma reserva no booking? De Londres sigo viagem para Lisboa por 2 dias (já comprei o voo pela eurowings) e trem para Algarve. Eu passo de novo pela imigração em Portugal? Sairei do Brasil, a princípio, com 2mil a 3mil euros em especie (pq creio que pelo limite e por segurança não deva sair com mais, certo?) + cartão de crédito platinum e black com limites bons e cartão de debito. Vale a pena os cartões pré pagos ou vc aconselha usar o débito do banco normal? (Meu banco é sangander) É suficiente? Meu seguro viagem foi emitido pelo cartão black também, o mesmo que comprei a passagem ida e volta, serve? Sigo depois de Algarve para Marbella, Valencia, Barcelona e Madrid. (Ainda não vi passagens – marbella e valencia casa de amigos, barcelona airbnb e madri hostel. Meu voo é Madri – Rio com stopover em Paris (já tenho a reserva do hostel). A minha duvida: quantas imigrações eu passo? Preciso apresenter todos os comprovantes de hospedagens e passagens internas? O que aconselha? Desde já agradeço. Abraços, Patricia.


Com o DS-160 preenchido em mãos e o Application ID anotado, é hora de acessar o site de vistos dos EUA para agendas as entrevistas (clique aqui para acessar o site). Dependendo do seu caso, pode ser necessário agendar uma pré-entrevista, no CASV (Centro de Atendimento ao Solicitante de Visto) e uma outra entrevista subsequente no consulado ou embaixada. Em alguns casos de renovações, você pode ser dispensado da entrevista e só precisar comparecer à pré-entrevista do CASV. Cada caso é um caso, e somente o sistema de vistos ou a central de agendamento, poderá te informar como você deverá proceder.
DÚVIDAS SOBRE A EMISSÃO DO PASSAPORTE? Recomendo você ligar gratuitamente para o número 194, ou andar e-mail para a Polícia Federal no endereço faleconosco@dpf.gov.br. Mais uma vez, como a Renata e eu não somos especialistas em passaporte, as perguntas relacionadas ao tema que forem deixadas nos comentários dessa página, serão aprovadas, porém não respondidas. Melhor não falar nada do que falar qualquer achismo, certo?
Já a entrevista consular, pode ser feita em São Paulo, Rio, Brasília ou Recife. O processo aqui é mais demorado e o cônsul irá determinar se você poderá ou não ter o visto dos EUA. Vale de novo a recomendação de levar documentos que comprovem os seus vínculos com o Brasil e que você tem intenção de retornar ao país depois de uma viagem aos EUA. Na grande maioria dos casos, a gente gasta um tempão arrumando tudo e eles não pedem nada, mas é melhor prevenir do que remediar né? Vale também lembrar que existem alguns casos de pessoas que são isentas de entrevista consular, como mencionei acima. Clique aqui para ver os requisitos oficiais desde fevereiro/2017.
No Brasil, a Polícia Federal é o órgão responsável pela emissão dos passaportes e para a maioria dos casos, o processo é bem simples. O passaporte comum para brasileiros tem validade de 10 anos e após esse período um novo deve ser emitido. Não existe renovação de passaporte e a cada 10 anos, ou toda a vez que for necessário, um novo documento é emitido e você passa a ter uma nova numeração.
Além disso tenho uma passagem de ida para o Marrocos comprada também, 5 dias após a minha chegada em Paris, e toda a comprovação de renda (para os 31 das de viagem) e hospedagem (para os dias em que ficarei em Paris). Minha grande duvida é: devo apresentar a minha passagem de ida ao Marrocos ou a de volta ao Brasil ? Já me disseram que seria melhor apresentar a passagem de volta ao Brasil, mas não terei comprovação de hospedagem para os demais dias, já que estarei viajando pelo Marrocos, sem uma data pré-estabelecida de volta ao espaço Schengen. Tem alguma sugestão em relação a minha situação ?
5. Conforme as regras gerais o emolumento consular pela concessão do visto é de 35 euros (são excluidos desta regra o visto de trabalho, o visto de ensino que prevê o curso completo de educação nos estabelecimentos de ensino na Rússia, o visto do residente temporário e o visto para solicitar asilo – no caso da concessão destas categorias as tarifas cobradas continuam as mesmas).
Minha dúvida é a seguinte; estou pretendendo viajar para a Europa em Março de 2019 por aproximadamente 25 dias. Com saída Recife Lisboa Recife. Em Lisboa tenho uma prima com cidadania que me dará uma carta convite, mas so pretendo visita-la por cinco dias apenas… Pois meu irmão que é cidadão britânico estará também em Portugal onde ficaremos esses cinco dias juntos e daí. Pretendo seguir com ele para Escócia, seu país de residência, onde ficarei uns 20 dias e retorno para Portugal no dia do embarque para Recife. Tenho todos os requisitos ja mencionados para apresentar na imigração de ambos os países; mas o problema e a pergunta que não quer calar é a seguinte: em 2009 eu fui para Portugal visitar essa mesma prima para passar o Natal, fiquei lá uma semana e segui viagem para Dublin pois ja tinha passagem e hospedagem paga… Era pra eu ter retornado para embarcar de volta pro Brasil na primeira demana de janeiro de Lisboa, mas acabei mudando meu itinerário e segui viagem para Escócia para romper a entrada de ano com meu irmão, acabei me empolgado e ultrapassei o tempo pernitido de 90 dias ainda na Escócia. Quando retornei para o Brasil por Londres claro fui interrogado pelos oficiais de imigração que carimbaram meu antigo passaporte… Bom agora depois de 9 anos ainda atendendo todos os requisitos quais as chances da minha entrada ser recusada? O fato de eu não ter registro de retorno ao Brasil por Portugal por ter ido pra Irlanda entende-se como se eu ainda estivesse por lá ilegalmente?
e-Visa fee is country/Territory specific. Bank transaction charges of 2.5% will be charged additionally on applicable e-Visa fees. The fee must be paid at least 4 days before the expected date of travel otherwise application will not be processed. To know the fee applicable on your Country/Territory please Click here (for e-Tourist Visa) and for other e-Visa Click here.
Tem problema sim, Anderson. Tanto Portugal quanto Itália fazem parte do Espaço Schengen e um dos requisitos para ter a entrada autorizada é ter uma passagem de retorno ou saída de suas fronteiras. Se você já tivesse a cidadania não teria problema algum, mas como não tem ainda, voc~e tem que ir com passagem de retorno ou corre risco de nem ter o embarque autorizado.
bom dia, eu vou viajar para paris/França em janeiro de 2019. vou ficar 15 dias. passagem ida e volta, seguro viagem, carta convite. só vou levar 200 euros em especie. nao tenho cartão de credito e meu nome está sujo. meu irmao é cidadao frances e lá é ele que vai bancar todas as minhas despesas. se eu for questionado na imigração qual seria a minha conduta? obs estarei de ferias do trabalho e levarei o aviso de ferias original e outro traduzido para o frances, carimbado pelo rh da empresa onde trabalho. 

Dar gorjeta também é apropriado em salões de beleza e spas (corte de cabelo, manicure, massagem, etc., 15% do valor total da conta), carregadores no hotel ou no aeroporto (US$1 por mala), manobrista (US$2, quando ele entregar o seu carro), motorista de táxi (15% do valor da corrida) e serviço de camareira, se você estiver hospedado em hotel de alta categoria (US$1 - US$2 por dia de estadia). Em pacotes de turismo, os condutores e motoristas normalmente devem receber US$10 por dia do grupo como um todo: verifique se este valor já foi calculado no custo do pacote e, portanto, pré-pago. Para passeios turísticos locais, você poderá dar ao motorista ou guia uma gorjeta individual, caso este(a) tenha sido solícito(a) e informativo(a); a quantia fica a seu critério.
7. As seguintes categorias de pessoas são livres de pagarem emolumentos: a) parentes próximos – esposos, filhos (inclusive adoptados), pais (inclusive encarregados de educação ou tutores), avós, netos dos nacionais dos estados-membros da UE que residem legalmente no território da Rússia; b) membros das delegações oficiais, os quais na base dum convite dirigido ao Estado-membro ou à UE participam nos encontros oficiais, consultas, negociações ou programas de intercâmbio, bem como nos eventos organizados no território da Federação da Rússia por organizações intergovernamentais; c) membros dos governos e parlamentos nacionais ou regionais, tribunais constitucionais ou supremos, caso eles não são livres de necessidade de obter o visto (conforme o Acordo sobre a facilitação da concessão dos vistos entre a Rússia e a UE); d) alunos, estudantes, estudantes em pos-graduação que se dirigem para estudos ou estágio de estudos e professores que os acompanham; e) pessoas de capacidades reduzidas e seus acompanhantes caso seja necessário; f) pessoas que apresentaram documentos comprovantes da necessidade de efectuar uma viagem de carácter humanitário, inclusive para tratamento médico de urgência, e seus acompanhantes, bem como para estar presente num enterramento ou visitar um próximo gravemente doente; g) participantes nos eventos desportivos internacionais de juventude e seus acompanhantes; h) pessoas que participam nas actividades científicas, culturais ou outras de carácter criativo, inclusive nos programas de intercâmbio entre universidades e outros; i) participantes nos programas oficiais de intercâmbio entre as cidades geminadas.

Se visitou já anteriormente um país inimigo do país que vai visitar agora e se tem o visto desse país no passaporte, talvez seja preferível entregar esse pas­saporte e pedir um novo. Com efeito, mesmo que possua a restante documen­tação em ordem, o facto de no seu pas­saporte constar a visita ao país inimigo é suficiente para que lhe seja recusada a admissão no país que agora pretende visitar.
Para viajantes brasileiros, é necessário que o passaporte esteja válido durante o período de permanência. Viajantes de outros países necessitam de passaporte válido por, no mínimo, seis meses para além do período de permanência nos Estados Unidos, a menos que o seu país seja isento desse requerimento. Para encontrar a lista completa de países isentos da lei de seis meses, clique aqui. Se o passaporte estiver danificado, recomendamos que você obtenha um novo antes de solicitar o visto para evitar qualquer atraso no processo; e

Dentre os cursos mais procurados, sem dúvida nenhuma nas primeiras posições está o curso de inglês online da categoria de idiomas. O inglês não é apenas um dos idiomas mais falados no mundo, mas a língua oficial dos negócios. Na Categoria de idiomas você também conta com curso de inglês intermediário, avançado, inglês para atendimento, espanhol e libras.
Há telefones públicos operados com moedas em todas as partes. Para usá-los, tire o fone do gancho, deposite o dinheiro em moedas (a quantidade mínima indicada nos aparelhos geralmente é de 25 ou 50 centavos) e disque então o número desejado. Uma mensagem de voz o alertará para depositar mais dinheiro, caso necessário. Os telefones normalmente aceitam moedas de 5 centavos (nickel), 10 centavos (dime) e 25 centavos (quarter). Você poderá também usar o seu cartão de crédito, ou um cartão telefônico pré-pago para fazer a sua ligação.
Você poderá requerer sua licença de casamento no Cartório da Comarca, em qualquer distrito da Flórida. Ambos os noivos devem possuir um passaporte válido e caso se faça necessário, virem acompanhados por um tradutor que possua carteira de motorista americana válida nos Estados Unidos. Não é exigido exame de sangue, e não há período de espera para o casamento de pessoas não residentes na Flórida. A licença tem validade de 60 dias.
Meu filho, menor, irá passar alguns dias na Espanha hospedado no apto de amigos. Além de não ter certeza de qual é o visto que tem (estão fazendo um doutorado), gostaria de poupá-los do trabalho burocrático da carta convite. Sabem me dizer se a hospedagem de menor desacompanhado é legal por lá? Poderíamos fazer uma reserva no Booking no nome dele sem problemas?
boa tarde Carlos, muito esclarecedor seu blog. minhas duvidas: eu e meu marido faremos uma viajem em março/2019 do brasil a Paris/roma/amsterdã. ja temos as passagens, e precisamos fazer as reservas de hotel/hostel ou albergue. vc tem dicas de melhores preços?? , pq estamos fazendo uma viajem com valores bem reduzidos e nao queremos gastar muito. ficaremos em acomodações simples la nosso passeios serão os maios basícos possiveis.

Para alugar um carro você vai precisar de sua carteira de motorista, passaporte e um cartão de crédito. A idade mínima permitida para o aluguel de veículos é 21 anos, entretanto, algumas locadoras cobrarão mais para motoristas com menos de 25 anos. As empresas principais permitem que você apanhe o carro em um local e devolva em outro diferente (pagando uma taxa adicional). Normalmente, você pode fazer a sua reserva diretamente do seu país de origem, antes de viajar, por telefone ou pela Internet. Abaixo encontram-se as páginas eletrônicas das locadoras de veículos internacionais mais comumente usadas: 
e-Visa fee is country/Territory specific. Bank transaction charges of 2.5% will be charged additionally on applicable e-Visa fees. The fee must be paid at least 4 days before the expected date of travel otherwise application will not be processed. To know the fee applicable on your Country/Territory please Click here (for e-Tourist Visa) and for other e-Visa Click here.
Os táxis (chamados em inglês de “taxis” ou “cabs”) são facilmente encontrados nas saídas de aeroportos, terminais de transporte público e grandes hotéis. Você poderá pedir ao concierge ou a alguém na recepção do seu hotel para lhe dar o número do telefone do serviço de táxi, ou para chamar um táxi para você. Outra alternativa é procurar nas Páginas Amarelas sob o título “Taxicabs.”
Pesquise o melhor Seguro Viagem para a sua viagem sem esquecer das regras. A Seguros Promo faz uma comparação entre várias seguradoras para você escolher o plano que mais se adequa a sua necessidade e ainda oferece 5% desconto para os leitores do blog (aqui) como cupom EDUARDOEMONICA5 e condições especiais, como mais 5% de desconto pagando no boleto ou até 12x sem juros no cartão. E você não paga nada a mais por isso. Por exemplo: Você vai esquiar na Alemanha, então precisa escolher um Seguro Viagem com apólice mínima de 30 mil euros e que tenha Assistência Médica para a Prática de Esportes. Leia Como Encontrar Seguro Viagem com Desconto 

Eu tive passaporte americano em 2004,quando vencido renovei para ir a periguinação religiosa para Israel,agora preciso renovar e ter o visto novo americano,em Setembro vou fazer um passeio em Nova York com umas amigas. Só que meu primeiro passaporte depois que ele foi anulado eu rasguei todo e coloquei no lixo.Agora quando fui preencher o DS 160,eles pergunta se você já viajou para os Estados Unidos se sua resposta é sim tem de colocar data da viagem e o número do passaporte, a data eu sei de ida e volta mais o número do passaporte não tenho mais. Pergunto o que fazer.
Aqui você encontra os mais variados Cursos Online Com Certificado, como o de Curso de Teologia, adestramento de cães, Enologia, curso de manutenção de ar condicionado, Curso de mecânica automotiva, curso de gastronomia, Curso de Pizzaiolo , Curso de eletricista residencial e mais… Com certeza você vai encontrar os Cursos Gratuitos Online que procura, caso você não encontre nos enviei um e-mail informando qual o curso que você gostaria que estivesse disponível para você começar a estudar.
Com o DS-160 preenchido em mãos e o Application ID anotado, é hora de acessar o site de vistos dos EUA para agendas as entrevistas (clique aqui para acessar o site). Dependendo do seu caso, pode ser necessário agendar uma pré-entrevista, no CASV (Centro de Atendimento ao Solicitante de Visto) e uma outra entrevista subsequente no consulado ou embaixada. Em alguns casos de renovações, você pode ser dispensado da entrevista e só precisar comparecer à pré-entrevista do CASV. Cada caso é um caso, e somente o sistema de vistos ou a central de agendamento, poderá te informar como você deverá proceder.

Leticia, para Londres os requisitos de entrada não são necesariamente os mesmos do restante da Europa porque o Reino Unido não faz parte do Espaço Schengen. No entanto, eu recomendo seguir o mesmo padrão europeu, levando os mesmos documentos (seguro viagem, comprovante de estadia, passagem de volta, etc) pois garante que não terá problemas na entrada.


Ola Carlos! Parabéns pelo blog!!! Gostaria de saber como faço. Tenho uma filha de 16 anos que vai viajar para casa de amigos que estão morando em Colônia (Alemanha) e vai fazer conexão em Lisboa. Em Lisboa tenho um sobrinho morando com a família, e ela gostaria de ficar uns dias com ele. Como ficaria a questão da carta convite e do seguro viagem? Ela precisa de carta convite para os dois lugares? E o seguro cobre qualquer lugar da Europa?
Leticia, para Londres os requisitos de entrada não são necesariamente os mesmos do restante da Europa porque o Reino Unido não faz parte do Espaço Schengen. No entanto, eu recomendo seguir o mesmo padrão europeu, levando os mesmos documentos (seguro viagem, comprovante de estadia, passagem de volta, etc) pois garante que não terá problemas na entrada.
Carlos nasceu em Petrópolis/RJ. Quando tinha 20 anos decidiu que, sozinho, viajaria para o lugar mais distante que pudesse com o primeiro dinheiro que conseguiu acumular. Após muita pesquisa e economia, saiu do país pela primeira vez e rodou por quatro países. De ônibus. Nos anos seguintes dificilmente havia um em que não estivesse planejando outra viagem. Hoje o produto destas pesquisas é compartilhado publicamente aqui, no Vida Cigana.
Para chamar a polícia, os bombeiros ou uma ambulância, disque 9-1-1. Esta chamada é gratuita em qualquer telefone público (não é necessário usar moedas). Nas vias expressas, há caixas com telefones de emergência instaladas aproximadamente a cada 1 quilômetro (meia milha) que o colocarão em contato com o auxílio necessário. Os motoristas podem discar *FHP (*347) nas rodovias interestaduais e auto-estradas da Flórida para chamar a Polícia Rodoviária da Flórida (polícia estadual).
Logo, ter a passagem de retorno é item obrigatório na lista de documentos para viajar para Europa. Sem ela, o viajante corre o risco de sequer embarcar, já que muitas companhias aéreas conferem a documentação ainda no momento do check in. Fazem isso para evitar serem obrigadas a custear o retorno de quem foi barrado por não ter a documentação correta.
Bom dia amigo, estou planejando uma viagem de cerca de um ano pela Europa, mochilando e fazendo work exchange dentro e fora da área Schengen. Entretanto, me deparo com o problema da passagem de volta, já que mochilando e conhendo novas pessoas posso mudar de destino facilmente, não tendo assim como prever onde estarei depois de 90 dias e para qual país fora da área que irei. Você tem alguma sugestão em como eu poderia contornar esse problema?
Um visto é uma autorização oficial para entrar num país estrangeiro e viajar nesse país. O visto é geralmente carim­bado ou apenso ao passaporte pelo consulado do país estrangeiro em ques­tão. Na maioria dos casos, o visto indica o objectivo autorizado da viagem ao país a visitar (turismo, por exemplo) e o respectivo prazo de validade. No entanto, a concessão de um visto não garante a admissão no país para o qual foi concedido. Essa admissão está dependente da autoridade do posto de entrada, que pode ou não permiti-la.
×