Passaporte e visto americano são dois temas muito pedidos aqui no VPD e hoje vamos tentar ajudar a todos que buscam um passo a passo de como se preparar para uma viagem ao exterior. Vale lembrar que é recomendado que ambos passaporte e visto sejam obtidos antes mesmo da compra da passagens e reserva dos hotéis, pois sem eles uma pessoa não pode entrar nos EUA.

Antes de iniciar o preenchimento, selecione a cidade onde você fará o processo de solicitação do visto (no Brasil, você pode escolher entre São Paulo, Rio de Janeiro, Brasília, Porto Alegre e Recife) e clique em “Start an Application”. Anote o número do seu formulário e a resposta à pergunta de segurança. Certifique-se também de que possui todas as informações que serão pedidas, como passaportes (o atual e, se tiver, antigos), contato no Brasil e endereço e telefone do local onde pretende ficar nos Estados Unidos.

Teresa (Carmen Machi) ve apagarse Fuentejuela de Arriba, la pequeña aldea de la montaña donde ha vivido toda su vida. Pero el pueblo recibe una visita inesperada: en medio de la nieve aparece un desubicado grupo de africanos… cuya llegada conmociona la aldea. Teresa lo tiene claro: huidos de una situación de explotación a la que habían llegado engañados, los africanos quieren quedarse en España como sea… y esa puede ser la solución al problema de falta de habitantes en el pueblo. Con ayuda de sus amigos Jaime (Pepón Nieto), y el “Guiri” (Jon Kortajarena) decide ocultarlos y armar un plan. Poniendo patas arriba prejuicios y expectativas, los recién llegados y los habitantes locales trabajarán juntos para que su hogar continúe existiendo.
Visitas a países inimigos. Se vai visi­tar dois países inimigos (por exemplo, Israel e a maioria dos Estados árabes), peça nos consulados dos países cm causa que lhe carimbem o visto no pas­saporte em folhas soltas que possam ser agregadas ao passaporte e retiradas depois da visita. Em alternativa, pode requerer um segundo passaporte em seu nome. válido só para um dos dois países inimigos para evitar quaisquer problemas ao chegar à fronteira.
Brasileiros fazendo turismo na Europa, dentro do espaço que engloba o Tratado de Schengen (os 26 países) não precisam providenciar um visto antes da viagem. Existe um acordo entre o Brasil e a Europa que dá a isenção de visto para Brasileiros que desejam fazer turismo na Europa por até 90 dias consecutivos ou 180 dias no ano (veja regras abaixo). O controle de imigração é feito na fronteira do país de entrada na Europa e o agente da imigração confere a documentação e carimba o passaporte. Só isso! 

Visitantes da Flórida que estejam viajando com um passaporte válido, provenientes da Grã Bretanha, Irlanda, Holanda, França, Alemanha, Espanha, Itália, Japão, Suécia, Portugal e Suíça (e de 16 outros países; visite travel.state.gov para ver a lista completa), não necessitam de visto para viagem de férias ou de negócios com permanência nos Estados Unidos de até 90 dias. No entanto, é preciso que todos os visitantes estejam de posse de passagens de ida-e-volta, ou de retorno ao país de origem. Para permanências mais longas, todos os visitantes internacionais precisam obter um visto B-2 (turista a passeio não imigrante), que é válido por seis meses.
Passaporte e visto americano são dois temas muito pedidos aqui no VPD e hoje vamos tentar ajudar a todos que buscam um passo a passo de como se preparar para uma viagem ao exterior. Vale lembrar que é recomendado que ambos passaporte e visto sejam obtidos antes mesmo da compra da passagens e reserva dos hotéis, pois sem eles uma pessoa não pode entrar nos EUA.
SÃO 90 DIAS A CADA 180: O visto para a Europa que faz parte do Tratado de Schengen (26 países) é de 90 dias a cada 180 dias. Na prática você pode ficar 90 dias na Europa, 90 fora dela, pode voltar pra mais 90 dias e depois sair para 90 dias. No período de 6 meses, só pode ficar até 3 meses. Por exemplo: Você passou 20 dias viajando pela Itália e França. A partir da sua data de entrada na Itália, começou a contar os 90 dias de visto e os 180 dias de período da regra. Se voltar antes e fechar esses 180 dias, você terá apenas 60 dias para andar pelos países do Tratado de Schengen (26 países). Se você voltar depois que completou os 180 dias (a partir da data de entrada na Itália), você tem mais 90 dias para viajar livremente. 
Brasileiros fazendo turismo na Europa, dentro do espaço que engloba o Tratado de Schengen (os 26 países) não precisam providenciar um visto antes da viagem. Existe um acordo entre o Brasil e a Europa que dá a isenção de visto para Brasileiros que desejam fazer turismo na Europa por até 90 dias consecutivos ou 180 dias no ano (veja regras abaixo). O controle de imigração é feito na fronteira do país de entrada na Europa e o agente da imigração confere a documentação e carimba o passaporte. Só isso! 
Os táxis (chamados em inglês de “taxis” ou “cabs”) são facilmente encontrados nas saídas de aeroportos, terminais de transporte público e grandes hotéis. Você poderá pedir ao concierge ou a alguém na recepção do seu hotel para lhe dar o número do telefone do serviço de táxi, ou para chamar um táxi para você. Outra alternativa é procurar nas Páginas Amarelas sob o título “Taxicabs.”

Na solicitação que deve ser feita individualmente, você deverá preencher todos os dados, documentos e até mesmo selecionar qual o posto que irá comparecer para levar os documentos originais. Somente depois de preencher toda a solicitação, o sistema irá gerar a GRU, Guia de Recolhimento da União que é uma espécie de “boleto bancário” que deve ser paga para a emissão do passaporte. A taxa para a emissão atualmente é de R$257,25.


Nos EUA, a gorjeta é uma recompensa usual para bons serviços. Em restaurantes, bares e clubes noturnos, você deverá dar aos atendentes uma gorjeta equivalente a 15% do total da conta (antes do acréscimo do imposto) pelos bons serviços, ou 20% por um excelente serviço. Alguns restaurantes já incluem a gratificação no valor total conta, portanto, pergunte ao garçom antes de pagar a conta, para evitar pagar a mais (na nota estará dito “gratuity included”, ou seja, “gratificação incluída”, se esse for o caso).
Você poderá requerer sua licença de casamento no Cartório da Comarca, em qualquer distrito da Flórida. Ambos os noivos devem possuir um passaporte válido e caso se faça necessário, virem acompanhados por um tradutor que possua carteira de motorista americana válida nos Estados Unidos. Não é exigido exame de sangue, e não há período de espera para o casamento de pessoas não residentes na Flórida. A licença tem validade de 60 dias.
e-Visa fee is country/Territory specific. Bank transaction charges of 2.5% will be charged additionally on applicable e-Visa fees. The fee must be paid at least 4 days before the expected date of travel otherwise application will not be processed. To know the fee applicable on your Country/Territory please Click here (for e-Tourist Visa) and for other e-Visa Click here.
Ao marcar a caixa de seleção, fornecendo o endereço de e-mail e selecionando "Registre-se", você concorda que seus dados pessoais sejam processados (no intervalo indicado no formulário acima) pela eSky.pl S.A. com sede em Radom – Polônia (administrador de dados) para marketing dos serviços da eSky.pl S.A., incluindo aqueles que se baseiam na análise das minhas preferências e comportamentos no site eSky.pl S.A., com a finalidade de enviar o e-mail mencionado acima.
Quem viaja a Europa a convite de alguém ou participará de evento deve apresentar na imigração carta-convite obrigatória, emitida pelo cidadão daquele país ou que tenha autorização legal para viver lá, ou da empresa organizadora do evento. A carta convite deve ter firma reconhecida lá e deve ser encaminhada a pessoa aqui no Brasil que vai viajar, para que esta seja apresentada no momento do seu desembarque no aeroporto ao oficial da imigração. 

Faça a carta na língua local do país que você vai ficar e uma segunda versão em inglês. A pessoa vai assinar e registrar essa carta em algum órgão oficial do país que ela reside legalmente. A carta deve ser feita pelo computador, assinada, registrada e enviada para que você imprima no Brasil, salvo em situações em que o país de entrada exija a carta original. Não esqueça de pedir a cópia de um documento oficial do seu anfitrião para anexar a carta. Na carta, inclua seus dados como nome, passaporte, nacionalidade, profissão e endereço de residência. Vale o mesmo para o seu anfitrião. 
×