é importante tb vc saber q se vc nao for pegar um vôo direto BR – PT, ou seja, se for fazer conexao em outro país, vc tem q procurar informaçoes especificas, pq se eu nao me engano, vc passará pela imigraçao nesse país de conexao. digo isso pq conheco uma pessoa q vai a portugal mes q vem e vai fazer conexao na espanha e tá pegando informaçoes concretas sobre o caso. pode ser q nao precise de nada, mas é melhor ter tudo certinho na hora do q ficar plantado no aeroporto por causa de problemas com documentos.
Um visto é uma autorização oficial para entrar num país estrangeiro e viajar nesse país. O visto é geralmente carim­bado ou apenso ao passaporte pelo consulado do país estrangeiro em ques­tão. Na maioria dos casos, o visto indica o objectivo autorizado da viagem ao país a visitar (turismo, por exemplo) e o respectivo prazo de validade. No entanto, a concessão de um visto não garante a admissão no país para o qual foi concedido. Essa admissão está dependente da autoridade do posto de entrada, que pode ou não permiti-la.
Ao marcar a caixa de seleção, fornecendo o endereço de e-mail e selecionando "Registre-se", você concorda que seus dados pessoais sejam processados (no intervalo indicado no formulário acima) pela eSky.pl S.A. com sede em Radom – Polônia (administrador de dados) para marketing dos serviços da eSky.pl S.A., incluindo aqueles que se baseiam na análise das minhas preferências e comportamentos no site eSky.pl S.A., com a finalidade de enviar o e-mail mencionado acima.
No Brasil, a Polícia Federal é o órgão responsável pela emissão dos passaportes e para a maioria dos casos, o processo é bem simples. O passaporte comum para brasileiros tem validade de 10 anos e após esse período um novo deve ser emitido. Não existe renovação de passaporte e a cada 10 anos, ou toda a vez que for necessário, um novo documento é emitido e você passa a ter uma nova numeração.

Estou indo para Lisboa e Madrid. Chego a Lisboa as 6,30 e as 13,10 estou indo para Madrid (fico 6 dias) e depois volto a Lisboa para ficar mais 16 dias e volto para o Brasil. Tem algum problema de chegar e sair no mesmo dia? Quando voltar de Madrid tenha que passar pela alfandega de novo em Lisboa? Tenho todas as exigências como reserva nos hoteis, passagens de ida e volta, comprovante de suficiência financeira e seguro. Então, a única duvida é chegar pela Azul em Lisboa as 6,30 e sair pela tap para Madrid no mesmo dia.
Vou começar meu Work Exchange agora em novembro e tenho dúvidas em relação a comprovação financeira. Estou agora na Irlanda e o roteiro começa por Lisboa (30 dias), Sevilha (30 dias) e Toulouse (30 dias), daí saio do Espaço Schengen pra ficar mais 90 pela Croácia/Sérvia e então volto ao Espaço Schengen pela Alemanha para ficar mais 90 dias em Schengen. Entendi através dos comentários que só precisarei apresentar os documentos de seguro, comprovação financeira e carta de acomodação no ato de entrada do espaço (Lisboa), saída (Croácia) e entrada (Alemanha).
Este site oferece relações completas, com resumo e “links” para os websites de atrações, sítios históricos e muito mais. Você poderá encontrá-los por região, clicando em “Destinações” para selecionar a região do estado que irá visitar, selecionando então dentre as opções na lista da esquerda, ou clicando em “Experiências”, no menu próximo ao topo da tela.
Applicants may fill the online application form by going to the tab placed below. Once the form is filled and submitted, applicant must print the completed application form and sign and submit the physical copy along with the supporting documents and the Passport to the concerned Indian Visa Application Center (IVAC) or directly at the Indian Mission on the scheduled appointed date. The instructions for filling the form and scheduling the appointment can be seen at Instructions for Regular Visa Application.
tudo bem ! estou me planejando para ir a suiça agora no final de junho dia 30 e retorno dia 17 julho…Estou na duvida em questão do quanto irei levar para la pq irei ficar em casa de amigos …qual valor exatamente devo levar para apresentar na imigração para eu poder ir segura que eu nao irei volta para o brasil por conta disso …. minhas passagens ja estão comprada ida e volta , vc acha que terei algum problema quanto a isso !
Irei sozinha para Paris, Munique, Praga, Viena, Bratislava, Budapeste, Zagrebe, e cidades da Itália. Serão 28 dias. Vou com a Maioria dos voucher de passagens pagas, e passagem de retorno para o Brasil saindo de Roma, todas as hospedagens também quitadas… pretendo levar a quantia de 1500 euros em especie e 2 cartões internacionais(1 com 1300 euros de limite e outro com 500 euros de limite). Eu vi no Post que a media segura é de 65 euros por dia, no meu caso será menos que 55 euros por dia (em especie), Como já terei pago as passagens e os hotéis, mesmo assim você acha mais seguro ir com 65 diários? Ou posso ir tranquila já que a maior parte do gasto já estará paga. 

SÃO 90 DIAS A CADA 180: O visto para a Europa que faz parte do Tratado de Schengen (26 países) é de 90 dias a cada 180 dias. Na prática você pode ficar 90 dias na Europa, 90 fora dela, pode voltar pra mais 90 dias e depois sair para 90 dias. No período de 6 meses, só pode ficar até 3 meses. Por exemplo: Você passou 20 dias viajando pela Itália e França. A partir da sua data de entrada na Itália, começou a contar os 90 dias de visto e os 180 dias de período da regra. Se voltar antes e fechar esses 180 dias, você terá apenas 60 dias para andar pelos países do Tratado de Schengen (26 países). Se você voltar depois que completou os 180 dias (a partir da data de entrada na Itália), você tem mais 90 dias para viajar livremente.  

Meu filho, menor, irá passar alguns dias na Espanha hospedado no apto de amigos. Além de não ter certeza de qual é o visto que tem (estão fazendo um doutorado), gostaria de poupá-los do trabalho burocrático da carta convite. Sabem me dizer se a hospedagem de menor desacompanhado é legal por lá? Poderíamos fazer uma reserva no Booking no nome dele sem problemas?
André, como residente você consegue viajar por todo o Schengen enquanto durar o seu visto. Caso queira ir a outro país da Europa, de fora do Schengen, você terá que passar pela imigração como qualquer turista. Este visto não te dá facilidade alguma para entrar em outros países como os citados. Eles avaliam apenas a nacionalidade de seu passaporte e não o local de residência.
SÃO 90 DIAS A CADA 180: O visto para a Europa que faz parte do Tratado de Schengen (26 países) é de 90 dias a cada 180 dias. Na prática você pode ficar 90 dias na Europa, 90 fora dela, pode voltar pra mais 90 dias e depois sair para 90 dias. No período de 6 meses, só pode ficar até 3 meses. Por exemplo: Você passou 20 dias viajando pela Itália e França. A partir da sua data de entrada na Itália, começou a contar os 90 dias de visto e os 180 dias de período da regra. Se voltar antes e fechar esses 180 dias, você terá apenas 60 dias para andar pelos países do Tratado de Schengen (26 países). Se você voltar depois que completou os 180 dias (a partir da data de entrada na Itália), você tem mais 90 dias para viajar livremente. 
Brasileiros fazendo turismo na Europa, dentro do espaço que engloba o Tratado de Schengen (os 26 países) não precisam providenciar um visto antes da viagem. Existe um acordo entre o Brasil e a Europa que dá a isenção de visto para Brasileiros que desejam fazer turismo na Europa por até 90 dias consecutivos ou 180 dias no ano (veja regras abaixo). O controle de imigração é feito na fronteira do país de entrada na Europa e o agente da imigração confere a documentação e carimba o passaporte. Só isso! 
Você poderá trocar o seu dinheiro na maioria dos aeroportos principais, bancos, em agências privadas de câmbio, como a do American Express ou Thomas Cook, e em alguns hotéis. Os escritórios de câmbio internacional nos aeroportos normalmente permanecem abertos de segunda a sábado, até a chegada do último vôo internacional. A maioria dos bancos abre de segunda a sexta, das 9:00 às 16:00, sendo que algumas agências abrem também aos sábados pela manhã. 
×