SÃO 90 DIAS A CADA 180: O visto para a Europa que faz parte do Tratado de Schengen (26 países) é de 90 dias a cada 180 dias. Na prática você pode ficar 90 dias na Europa, 90 fora dela, pode voltar pra mais 90 dias e depois sair para 90 dias. No período de 6 meses, só pode ficar até 3 meses. Por exemplo: Você passou 20 dias viajando pela Itália e França. A partir da sua data de entrada na Itália, começou a contar os 90 dias de visto e os 180 dias de período da regra. Se voltar antes e fechar esses 180 dias, você terá apenas 60 dias para andar pelos países do Tratado de Schengen (26 países). Se você voltar depois que completou os 180 dias (a partir da data de entrada na Itália), você tem mais 90 dias para viajar livremente. 
7. As seguintes categorias de pessoas são livres de pagarem emolumentos: a) parentes próximos – esposos, filhos (inclusive adoptados), pais (inclusive encarregados de educação ou tutores), avós, netos dos nacionais dos estados-membros da UE que residem legalmente no território da Rússia; b) membros das delegações oficiais, os quais na base dum convite dirigido ao Estado-membro ou à UE participam nos encontros oficiais, consultas, negociações ou programas de intercâmbio, bem como nos eventos organizados no território da Federação da Rússia por organizações intergovernamentais; c) membros dos governos e parlamentos nacionais ou regionais, tribunais constitucionais ou supremos, caso eles não são livres de necessidade de obter o visto (conforme o Acordo sobre a facilitação da concessão dos vistos entre a Rússia e a UE); d) alunos, estudantes, estudantes em pos-graduação que se dirigem para estudos ou estágio de estudos e professores que os acompanham; e) pessoas de capacidades reduzidas e seus acompanhantes caso seja necessário; f) pessoas que apresentaram documentos comprovantes da necessidade de efectuar uma viagem de carácter humanitário, inclusive para tratamento médico de urgência, e seus acompanhantes, bem como para estar presente num enterramento ou visitar um próximo gravemente doente; g) participantes nos eventos desportivos internacionais de juventude e seus acompanhantes; h) pessoas que participam nas actividades científicas, culturais ou outras de carácter criativo, inclusive nos programas de intercâmbio entre universidades e outros; i) participantes nos programas oficiais de intercâmbio entre as cidades geminadas.
Pra buscar o passaporte, basta retornar ao posto da PF na data estipulada. O documento deve ser retirado pela própria pessoa. Mesmo para os menores de 12 que não assinam, ou seja, têm em sua solicitação a marcação “menor não alfabetizado”, é preciso ele estar presente para a entrega do passaporte a um dos seus pais ou responsável legal. Não são os dois pais que precisam ir junto nessa etapa, apenas um já basta. Com passaporte em mãos, corra para casa e dê início a solicitação do visto.
Não esqueça de fazer o Seguro Viagem obrigatório para Europa (30mil euros)! Eu já precisei (contei aqui) e não tinha. Não cometa meu erro! Fazendo o seguro através do nosso link você não paga nada a mais e ainda nos ajuda a continuar viajando. Use o código EDUARDOEMONICA5 para ganhar 5% de desconto, e se pagar no boleto, ganha mais 5%. No cartão de crédito dá para parcelar em até 12x sem juros.
A Passagem de volta para o Brasil ou de saída do Espaço Schengen (26 países) é frequentemente o documento mais exigido pelos oficiais da imigração. Tenha ela impressa nas mãos na hora de entrar na Europa. Se você não tiver a passagem de volta ou saída, abre margem para o oficial desconfiar que você esteja querendo imigrar ilegalmente, mesmo que não seja esse o caso. 

Caso seu passaporte não tenha validade suficiente para se adequar às regras, não é necessário aguardar que ele perca a validade para dar entrada em um novo. O ideal, para uma boa rotina de viajante, é emitir um novo passaporte antes de o antigo entrar em seus últimos seis meses de validade. Isto garante que o documento esteja válido para viajar para a Europa e para outros países que sejam ainda mais exigentes.

Um visto é uma autorização oficial para entrar num país estrangeiro e viajar nesse país. O visto é geralmente carim­bado ou apenso ao passaporte pelo consulado do país estrangeiro em ques­tão. Na maioria dos casos, o visto indica o objectivo autorizado da viagem ao país a visitar (turismo, por exemplo) e o respectivo prazo de validade. No entanto, a concessão de um visto não garante a admissão no país para o qual foi concedido. Essa admissão está dependente da autoridade do posto de entrada, que pode ou não permiti-la.


Oi Carlos, vou viajar para Florença e ficarei hospedada durante 25 dias na casa de uma amiga que é italiana, eu entendi que ela deve fazer “Na internet há vários modelos de carta-convite já prontos para serem preenchidos. Peça ao seu anfitrião que redija a carta no idioma do país onde ele mora e que ao final, leve a um órgão correspondente do país para registrá-la oficialmente.”, mas como fazer depois que ela registrar? Deve me enviar essa carta,?Pode ser por email? Devo apresentar na imigração no aeroporto? Obrigado.
Por exemplo: Você vai viajar com a sua mãe durante 15 dias. A soma dos valores do limite do seu cartão de crédito e dela, o dinheiro em espécie que cada um está carregando e o saldo bancário precisa ser superior a €1950 euros, ou €975 euros para cada um. Não importa se já está tudo pago, esse é o valor mínimo a ser comprovado para o oficial da imigração. Leia Quanto Custa Viajar pela Ásia, Europa e América do Sul

Ao marcar a caixa de seleção, fornecendo o endereço de e-mail e selecionando "Registre-se", você concorda que seus dados pessoais sejam processados (no intervalo indicado no formulário acima) pela eSky.pl S.A. com sede em Radom – Polônia (administrador de dados) para marketing dos serviços da eSky.pl S.A., incluindo aqueles que se baseiam na análise das minhas preferências e comportamentos no site eSky.pl S.A., com a finalidade de enviar o e-mail mencionado acima.  

TRATADO DE SCHENGEN X UNIÃO EUROPEIA: Fazer parte na União Europeia não significa fazer parte do Tratado de Schengen, e vice-versa. Por exemplo: Liechtenstein, Islândia, Noruega, Suíça fazem parte do Tratado de Schengen, mas não fazem da União Europeia. Enquanto Irlanda, Reino Unido, Bulgaria, Chipre, Croácia e Romênia fazem parte da União Europeia, mas não fazem do Tratado de Schengen. Leia San Marino em 1 Dia: Tudo sobre o país mais antigo do mundo
Prova de residência no seu país de origem, para onde tenha intenção de retornar ao final de sua viagem para os Estados Unidos.  Essa prova normalmente é estabelecida através de família, trabalho, propriedades e outros laços ou compromissos para com seu país de origem e que seja(m) suficiente(s) para forçar o solicitante a voltar quando do final de sua viagem.
Você poderá trocar o seu dinheiro na maioria dos aeroportos principais, bancos, em agências privadas de câmbio, como a do American Express ou Thomas Cook, e em alguns hotéis. Os escritórios de câmbio internacional nos aeroportos normalmente permanecem abertos de segunda a sábado, até a chegada do último vôo internacional. A maioria dos bancos abre de segunda a sexta, das 9:00 às 16:00, sendo que algumas agências abrem também aos sábados pela manhã.
×