O que nós fazemos desde sempre é: levar um pequeno valor em euro para emergência e um cartão internacional desbloqueado, e chegando no aeroporto de Paris, realizar os saques em qualquer caixa eletrônico compatível com sua bandeira. A taxa de saque sai mais barata do que a conversão em casas de câmbio. E cartão pré pago hoje em dia é muito pouco utilizado. Sobre o valor é um pouco difícil de dizer, pois nunca ficamos esses dias todos em Paris, então não sabemos o valor de passeios e tal. Hospedagem e alimentação na cidade são caros.
In rare case of transaction status unknown to the applicant, which is when the applicant has not received success response due to time out or connectivity issue and the account has been debited, we advise the customer not to attempt another transaction immediately and rather provide their Order no. on the e-Visa site after 30 minutes to check the status of the transaction. If the transaction status is showing ?failed?, then customer may attempt another transaction. Also, the debited amount shall be refunded to the applicants? card account after reconciliation process within seven (7) days of transaction.
Além disso tenho uma passagem de ida para o Marrocos comprada também, 5 dias após a minha chegada em Paris, e toda a comprovação de renda (para os 31 das de viagem) e hospedagem (para os dias em que ficarei em Paris). Minha grande duvida é: devo apresentar a minha passagem de ida ao Marrocos ou a de volta ao Brasil ? Já me disseram que seria melhor apresentar a passagem de volta ao Brasil, mas não terei comprovação de hospedagem para os demais dias, já que estarei viajando pelo Marrocos, sem uma data pré-estabelecida de volta ao espaço Schengen. Tem alguma sugestão em relação a minha situação ?

Ola Carlos! Parabéns pelo blog!!! Gostaria de saber como faço. Tenho uma filha de 16 anos que vai viajar para casa de amigos que estão morando em Colônia (Alemanha) e vai fazer conexão em Lisboa. Em Lisboa tenho um sobrinho morando com a família, e ela gostaria de ficar uns dias com ele. Como ficaria a questão da carta convite e do seguro viagem? Ela precisa de carta convite para os dois lugares? E o seguro cobre qualquer lugar da Europa?


Se visitou já anteriormente um país inimigo do país que vai visitar agora e se tem o visto desse país no passaporte, talvez seja preferível entregar esse pas­saporte e pedir um novo. Com efeito, mesmo que possua a restante documen­tação em ordem, o facto de no seu pas­saporte constar a visita ao país inimigo é suficiente para que lhe seja recusada a admissão no país que agora pretende visitar.

Você poderá trocar o seu dinheiro na maioria dos aeroportos principais, bancos, em agências privadas de câmbio, como a do American Express ou Thomas Cook, e em alguns hotéis. Os escritórios de câmbio internacional nos aeroportos normalmente permanecem abertos de segunda a sábado, até a chegada do último vôo internacional. A maioria dos bancos abre de segunda a sexta, das 9:00 às 16:00, sendo que algumas agências abrem também aos sábados pela manhã.
Vou começar meu Work Exchange agora em novembro e tenho dúvidas em relação a comprovação financeira. Estou agora na Irlanda e o roteiro começa por Lisboa (30 dias), Sevilha (30 dias) e Toulouse (30 dias), daí saio do Espaço Schengen pra ficar mais 90 pela Croácia/Sérvia e então volto ao Espaço Schengen pela Alemanha para ficar mais 90 dias em Schengen. Entendi através dos comentários que só precisarei apresentar os documentos de seguro, comprovação financeira e carta de acomodação no ato de entrada do espaço (Lisboa), saída (Croácia) e entrada (Alemanha).
Leticia, para Londres os requisitos de entrada não são necesariamente os mesmos do restante da Europa porque o Reino Unido não faz parte do Espaço Schengen. No entanto, eu recomendo seguir o mesmo padrão europeu, levando os mesmos documentos (seguro viagem, comprovante de estadia, passagem de volta, etc) pois garante que não terá problemas na entrada.
Estou indo para Lisboa e Madrid. Chego a Lisboa as 6,30 e as 13,10 estou indo para Madrid (fico 6 dias) e depois volto a Lisboa para ficar mais 16 dias e volto para o Brasil. Tem algum problema de chegar e sair no mesmo dia? Quando voltar de Madrid tenha que passar pela alfandega de novo em Lisboa? Tenho todas as exigências como reserva nos hoteis, passagens de ida e volta, comprovante de suficiência financeira e seguro. Então, a única duvida é chegar pela Azul em Lisboa as 6,30 e sair pela tap para Madrid no mesmo dia.
Passaporte e visto americano são dois temas muito pedidos aqui no VPD e hoje vamos tentar ajudar a todos que buscam um passo a passo de como se preparar para uma viagem ao exterior. Vale lembrar que é recomendado que ambos passaporte e visto sejam obtidos antes mesmo da compra da passagens e reserva dos hotéis, pois sem eles uma pessoa não pode entrar nos EUA.
Agora, os menores que estejam viajando sozinhos para fora do Brasil ou acompanhados por apenas um dos pais/guardiães legais ou terceiros terão que apresentar a autorização de viagem que obedeça a Resolução 131. A autorização terá que ser apresentada no momento do “check in” perante a empresa área, marítima ou terrestre, mesmo se os pais ou outros guardiães legais estiverem presentes.

The e-Visa fee payment status updation may take up to 2 hours due to technical reasons/network delays. Before re-applying, the applicants are requested to wait for 2 hours for payment status updating, after final submission of the application form and payment of the fee. In cases, where e-Visa fee has been deducted but status is not updated, the applicants are advised to verify their payment status by clicking on 'Verify Payment/Pay Visa Fee' tab or by clicking on the link Verify Payment.
Agora, internamente na Itália eu não sei dizer se aceitam que entre no país com os documentos que ela tem. Nisso vocês saberão dizer melhor do que eu. Talvez seja possível embarcar no Brasil com o passaporte brasileiro e desembarcar na Itália com algum documento oficial que ateste a cidadania, mas, novamente, não sei dizer sobre especificidades de leis locais. Sugiro que vocês aí na Itália verifiquem sobre esta alternativa.
Bom dia gostaria muito de uma informaçao moro na italia tenho uma.fillha que tem dupla nacionalidade italiana e brasileira ela nasceu aqui na italia com.pai italiano,, mas no momento ela esta.morando.no.brasil com.os.avos maternos,,, esse ano.quero.ir busca-la para.morar comigo aqui na italia ,,so que o passaporte italiano dela ta vencido e consegui renovar somente aquele.brasileiro,, a minha duvida e ela pode entrar somente com passaporte brasilero ou pode ter problemas ..desde ja muito obrigado aguardo uma resposta
Por um lado esta não exigência do visto facilita bastante o planejamento de viagem. Mas por outro, é justamente por não exigirem autorização prévia que é tão importante checar todos os documentos para viajar para Europa antes de embarcar. Na hora de passar pela imigração, sua entrada pode ser recusada caso você não esteja de posse de algum dos itens obrigatórios da lista.
Antes de fazer uma viagem ao estran­geiro; informe-se na sua agência de via­gens, na companhia de aviação em que vai viajar ou nos consulados ou embai­xadas dos países que tenciona visitar do que precisa para entrar nesses países. Os cidadãos portugueses não necessi­tam de visto — nem de passaporte para os países da CEE, mas para muitos outros, além do passaporte, terão de obter um visto. 

Visitas a países inimigos. Se vai visi­tar dois países inimigos (por exemplo, Israel e a maioria dos Estados árabes), peça nos consulados dos países cm causa que lhe carimbem o visto no pas­saporte em folhas soltas que possam ser agregadas ao passaporte e retiradas depois da visita. Em alternativa, pode requerer um segundo passaporte em seu nome. válido só para um dos dois países inimigos para evitar quaisquer problemas ao chegar à fronteira.
Visitantes da Flórida que estejam viajando com um passaporte válido, provenientes da Grã Bretanha, Irlanda, Holanda, França, Alemanha, Espanha, Itália, Japão, Suécia, Portugal e Suíça (e de 16 outros países; visite travel.state.gov para ver a lista completa), não necessitam de visto para viagem de férias ou de negócios com permanência nos Estados Unidos de até 90 dias. No entanto, é preciso que todos os visitantes estejam de posse de passagens de ida-e-volta, ou de retorno ao país de origem. Para permanências mais longas, todos os visitantes internacionais precisam obter um visto B-2 (turista a passeio não imigrante), que é válido por seis meses.
No Brasil, a Polícia Federal é o órgão responsável pela emissão dos passaportes e para a maioria dos casos, o processo é bem simples. O passaporte comum para brasileiros tem validade de 10 anos e após esse período um novo deve ser emitido. Não existe renovação de passaporte e a cada 10 anos, ou toda a vez que for necessário, um novo documento é emitido e você passa a ter uma nova numeração.

No ano de 2018 o Brasil atingiu um recorde de mais de 3 milhões de pessoas desempregadas tentando por mais de 2 anos se realocar no mercado de trabalho. Isso demonstra o quão importante é investir em qualificação profissional, aumentando assim as chances de se conseguir um bom emprego e se diferenciar dos concorrentes. Nossa missão é facilitar ao máximo o acesso a conteúdo de qualidade de forma gratuita para que você possa evoluir profissionalmente.
O que nós fazemos desde sempre é: levar um pequeno valor em euro para emergência e um cartão internacional desbloqueado, e chegando no aeroporto de Paris, realizar os saques em qualquer caixa eletrônico compatível com sua bandeira. A taxa de saque sai mais barata do que a conversão em casas de câmbio. E cartão pré pago hoje em dia é muito pouco utilizado. Sobre o valor é um pouco difícil de dizer, pois nunca ficamos esses dias todos em Paris, então não sabemos o valor de passeios e tal. Hospedagem e alimentação na cidade são caros.
A ordem executiva expedida na sexta-feira dia 27 de janeiro explicitamente revogava a isenção da entrevista para renovação de vistos ("visa interview waiver"), criada durante o governo Obama. A imprensa americana (veja aqui e aqui) interpretou a lei ao pé da letra: a partir de agora, quem fosse renovar o visto americano perderia o benefício da isenção de entrevista, e precisaria agendar entrevista como os solicitantes de primeiro visto -- o que causaria confusão em consulados ao redor do mundo.
×